Não esperar pela «próxima crise»

«As empresas não podem ficar à espera da próxima crise do seu sector para então procurarem soluções que, num momento de inspiração, lhes resolvam os problemas de competitividade», defendeu o Professor Aníbal Cavaco Silva, Presidente da República de Portugal.

Uma forma de as empresas fazerem frente aos desafios da economia global é, por isso, apostar na transformação de ideias em valor económico. «Isto requer, antes de mais, um esforço sistemático e integrado de identificação e de aplicação de conhecimento», explicou o Professor.

«Temos de unir esforços, mas temos também de procurar estar ligados às melhores redes de conhecimento em cada área científica, tecnológica e industrial», advogou o Presidente da República. A investigação deve por isso ser encarada do ponto de vista da cooperação e da partilha de conhecimento, capazes de viabilizarem e potenciarem novas oportunidades de inovação.

«Pela sua agilidade», as PME podem, do ponto de vista do Chefe de Estado português, constituir uma «fonte de inovação, criatividade e criação de emprego».

O Professor Aníbal Cavaco Silva sublinhou também a necessidade de inovar para garantir a sustentabilidade ambiental, apontando «a eco-eficiência e as tecnologias limpas» não só como uma necessidade, mas também enquanto oportunidade económica.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo