Publicado em 9 de Junho de 2011

António Frias e João Mena de Matos agraciados com Prémio Diáspora 2011

António Frias e João Mena de Matos foram distinguidos, em ex-aequo, com o Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa. O Prémio foi entregue pelo Presidente da República no Encontro que reúne vários empreendedores radicados nos mais diversos países e representantes de empresas associadas e da Rede PME Inovação da COTEC.

© COTEC Portugal

«Num tempo em que se afirma, acima de tudo, a necessidade de internacionalizar a economia portuguesa, para a fazer crescer, os portugueses da Diáspora têm a vantagem de estarem um pouco à frente neste processo: já se encontram, pessoalmente, por vezes extraordinariamente bem radicados, nesses países, e nesses novos mercados que necessitamos de conquistar» frisou Filipe de Botton, Presidente do júri, enaltecendo a importância para Portugal de empreendedores como os 112 candidatos à 4.ª edição do Prémio Diáspora.

No discurso de encerramento do Encontro, o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, defendeu que a diáspora, os empreendedores e a inovação são «três elementos que se revelam fundamentais para que Portugal consiga ultrapassar as dificuldades com que se debate», acrescentando: «A recuperação da nossa economia depende em muito da nossa capacidade de reforçar a ligação com a economia mundial, de intensificar a capacidade dos empreendedores estabelecerem ligações globais em redes de inovação».

O Presidente da República apelou ainda ao fortalecimento das relações com os portugueses espalhados pelo mundo: «Todos não seremos demais para mobilizar esse enorme capital social que a diáspora portuguesa representa. Como já afirmei antes, mobilizar os seus recursos terá, inevitavelmente, de se tornar uma prioridade nacional».

No Encontro estiveram presentes 40 candidatos ao Prémio, que discutiram os riscos, os desafios e as dificuldades, mas também as mais-valias de avançar com projectos empreendedores num país estrangeiro. A partilha de experiências destes casos de sucesso de portugueses e luso-descendentes a viver fora de Portugal fez-se no decurso dos painéis ‘Passar da ideia a um projecto empresarial’ e ‘Empreendedorismo inovador’, marcados por uma vontade expressa pelos empreendedores da Diáspora: investir em Portugal.

Paralelamente, os candidatos ao Prémio tiveram um total de 53 encontros one to one com os restantes participantes no evento, entre os quais representantes de Associados da COTEC e de empresas da Rede PME Inovação COTEC.
Os empreededores distinguidos com o Prémio

António Frias (72 anos) emigrou para os EUA em 1955 onde, depois de uma curta carreira no sector da construção, decidiu empreender na criação da S&F Concrete com José Frias e Jack Santos. Após 30 anos, a empresa é reconhecida e premiada como uma referência no sector, não só pelos seus resultados e dimensão (é a quarta maior empresa do sector nos EUA), mas também pela excelência do seu serviço. A empresa que molda o betão de projectos como os do arquitecto Frank Gerry conta actualmente com mais de 600 empregados.

João Mena de Matos (54 anos) é Co-Fundador e CEO da EDC - European Design Centre, que funciona como um laboratório de research criativo e que oferece serviços de consultoria em inovação. Paralelamente, João Matos está envolvido na criação de startups, resultantes da aplicação empresarial de conceitos desenvolvidos em áreas que vão desde os sistemas de simulação de despistagem clínica até jogos e software revolucionários em 3D com aplicação efectiva no mundo real.

Assista ao vídeo do Encontro Diáspora 2011

Mais informações sobre este prémio em www.cotec.pt/diaspora

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo