Publicado em 12 de Julho de 2010

Apresentação de seis novos projectos do COHiTEC.Lisboa@ISCTE

O ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa recebeu no passado dia 8 de Julho a Sessão de Encerramento do Programa COHiTEC.Lisboa@ISCTE 2010. Numa edição dominada por projectos destinados ao sector da saúde, foram apresentados um mostrador de papel electrónico para controlar a toma de medicamentos, uma caldeira doméstica para produção de água quente e electricidade, um kit de rastreio do cancro do pulmão, novos excipientes e meios de cultura para a indústria farmacêutica e um fármaco para a Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica.

© COTEC Portugal

 

“O empreendedorismo é um tema que hoje atrai grandes audiências”, começou por dizer José Paulo Esperança, Presidente do AUDAX/ISCTE-IUL. Nesse sentido, salientou, o Programa COHiTEC tem sido uma “parceria gratificante” para o AUDAX.

Também Pedro Vilarinho, Director do Act, considerou que a participação de estudantes de gestão e executivos no COHiTEC, a par dos cientistas, é fundamental para o seu sucesso, pois “um dos aspectos mais importantes em comercialização de tecnologias é perceber o que é o mercado”.

Empreendedorismo de base tecnológica
O Programa COHiTEC é uma acção de formação destinada a pré-avaliar o potencial comercial de tecnologias desenvolvidas em instituições de I&D nacionais. Participam no COHiTEC investigadores proponentes das tecnologias, estudantes de gestão e executivos. Na sessão de encerramento do COHiTEC, equipas multidisciplinares apresentam um projecto de negócios para um produto gerado a partir de uma tecnologia participante.

No entanto, “o COHiTEC é componente de uma parte mais vasta, que nós designamos Acelerador de Comercialização de Tecnologias (Act)”, explicou Pedro Vilarinho. O Act é uma iniciativa da COTEC que visa transformar conhecimento em valor económico através da criação de empresas de médio e elevado potencial de crescimento e do licenciamento de tecnologias.

O COHiTEC insere-se no caminho de elevado potencial de crescimento do Act e é apenas a primeira das etapas a percorrer. As equipas que concluem o COHiTEC e pretendem seguir em frente podem candidatar-se a financiamento para a prova de conceito da sua tecnologia (Act to Prove). Segue-se o apoio na elaboração do Plano de Negócios (Act to Enhance) e finalmente a negociação com os investidores (Act to Add Value).

As ideias de 2010
Os projectos apresentados este ano no COHiTEC.Lisboa@ISCTE foram:

Um certificado de atitude
"Arriscar estar neste programa é já um certificado de atitude”, declarou o Secretário de Estado da Energia e Inovação, Carlos Zorrinho, durante a sessão de encerramento do programa COHiTEC. “Fazer este programa com resultados é ser um repositório de competências e ter a oportunidade para fazer novos negócios”, prosseguiu. “O verdadeiro acelerador de que nós precisamos é este acelerador que transforma conhecimento, tecnologia, inovação, em valor económico, emprego, crescimento”, concluiu, referindo-se ao recém-criado Acelerador de Comercialização de Tecnologias (Act) da COTEC.

Na sessão de encerramento do Programa COHiTEC, onde estiveram também presentes Luís Reto, Reitor do ISCTE -Instituto Universitário de Lisboa, Fernando Durão, Secretário-Geral da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, e Carlos Moreira da Silva, Presidente da Direcção da COTEC Portugal, as palavras foram de elogio e de balanço.

“O nosso agradecimento vai para os promotores, pela capacidade que demonstraram de saírem da casca de conforto da sua vida universitária para experimentarem novas aventuras, particularmente uma empresa que esperamos ser high-tech / high-growth”, louvou Carlos Moreira da Silva.

Por sua vez, Fernando Durão recordou que “o método do COHiTEC II", actualmente englobado no Act, foi "francamente inovador em Portugal” e dá agora “um passo muito importante” ao acrescentar um percurso de apoio a projectos tech-based / medium-growth”.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo