Publicado a 18 de setembro de 2015

Banif, BCP e Novo Banco assinam acordo para dar 420 milhões a PME inovadoras

O Fundo Europeu de Investimento e os bancos Banif, BCP e Novo Banco assinaram acordos de garantia para aumentar a concessão de crédito a PME inovadoras.

A Comissão Europeia enviou um comunicado que anuncia a assinatura de três acordos de garantia, no valor de 420 milhões de euros, para aumentar a concessão de crédito a pequenas e médias empresas (PME) inovadoras e a pequenas empresas de média capitalização em Portugal. Dos 420 milhões, 200 milhões de euros são disponibilizados pelo Novo Banco, segundo um comunicado enviado pela instituição.

Os acordos fazem parte do Plano de Investimento para a Europa. «Estas são as primeiras transações em Portugal que beneficiam do apoio do Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), através do qual o Plano de Investimento para a Europa será executado pela Comissão Europeia e o grupo BEI», diz o comunicado. Os novos acordos permitirão aos três bancos disponibilizar um total de 420 milhões de euros de empréstimos concedidos a PME inovadoras em Portugal ao longo dos próximos 2 anos.

Segundo a Comissão, «os empréstimos serão apoiados por uma garantia do FEI no âmbito da iniciativa ‘InnovFin Financiamento da UE para Inovadores’ com o suporte financeiro do Programa Horizonte 2020 da Comissão Europeia».

O acordo está hoje a ser assinado em Portugal e permite que o Banif, o Millennium bcp e o Novo Banco ofereçam às empresas inovadoras financiamentos adicionais em “condições favoráveis”. Estes são os primeiros acordos aprovados pelo FEI que beneficiarão de uma garantia da UE através do FEIE em Portugal.

A representar a Comissão Europeia está Carlos Moedas. O Comissário, responsável pela Investigação, Ciência e Inovação, no comunicado, diz que: «Saúdo a assinatura destes acordos apoiados pelo Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos e pelo Programa Horizonte 2020. Este é um importante contributo da UE em prol das empresas inovadoras em Portugal, que terão acesso a 420 milhões de euros sob a forma de novos empréstimos durante os próximos dois anos. Portugal dispõe de um formidável potencial de inovação e estes acordos permitirão a um maior número de empresas investir em ideias e projetos empresariais inovadores. Ao fazê-lo, estamos a investir no crescimento económico de Portugal e da UE».

Do comunicado consta também uma declaração de Nuno Amado, Presidente da Comissão Executiva do Millennium bcp, onde explica que «O Millennium, o maior banco cotado na bolsa em Portugal, tem o prazer de assinar este acordo que representa uma oportunidade importante para as PME inovadoras. A inovação e o empreendedorismo, centrados em projetos de qualidade, são essenciais para o crescimento económico sustentável de Portugal e estou certo que este novo instrumento de Garantia previsto pelo FEI no âmbito do Programa Horizonte 2020 será um recurso fundamental para as muitas empresas que têm negócios com o Millennium».

Já o Presidente Executivo do Banif, Jorge Tomé, diz que «O Banif é um banco que está ancorado no apoio às PME e aos empresários em Portugal». E realça que «com o presente acordo, o Banif reforça o seu posicionamento neste segmento de mercado com um produto de crédito destinado a financiar as PME e empresários inovadores, tendo um papel muito importante a desempenhar na mudança do modelo competitivo da economia portuguesa».

João José Guilherme, Membro do Conselho de Administração do Novo Banco, afirmou no mesmo comunicado que «A assinatura do 1.º acordo ‘InnovFin Garantia para as PME’, no âmbito do Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), reveste-se de particular importância para o Novo Banco. Irá permitir manter a nossa estratégia de apoio à economia portuguesa, através do financiamento de PME inovadoras e pequenas empresas de média capitalização, com especial destaque para aquelas orientadas para a inovação, a investigação e o desenvolvimento. Esta é a segunda transação concluída entre o Novo Banco e o Fundo Europeu de Investimento, após o êxito da implantação do Mecanismo de Financiamento da Partilha de Riscos (MFPR), em Outubro de 2013, no âmbito do qual foram desembolsados 160 milhões de euros a mais de 180 empresas inovadoras que trabalham com o Novo Banco».

O Fundo Europeu de Investimento (FEI) faz parte do Banco Europeu de Investimento e a sua missão principal consiste em apoiar as micro e PME da Europa, facilitando o acesso ao financiamento. O FEI concebe e leva a cabo operações de capital de risco e de capital de crescimento, assim como garantias e instrumentos de microfinanciamento que visam especificamente este segmento de mercado.

Os compromissos financeiros líquidos totais do FEI em termos de fundos de capitais próprios privados ascendiam a mais de 8,8 mil milhões de euros no fim de 2014, refere a Lusa.

Agência Lusa

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo