Publicada a 30 de janeiro de 2016

Caixa Capital investe em dois projetos do COHiTEC

Os projetos Charge2Change e Permeability, que participaram no Programa COHiTEC da COTEC Portugal, irão receber um investimento de 100 mil euros cada um por parte da Caixa Capital, a sociedade gestora dos fundos de capital de risco do Grupo CGD. Uma nova geração de baterias para veículos industriais e um teste simples para diagnóstico da permeabilidade intestinal são os dois produtos que as startups de base universitária irão desenvolver com o financiamento angariado.

© COTEC Portugal


O investimento surge na sequência da parceria estabelecida entre o Programa COHiTEC da COTEC Portugal e a Caixa Capital, no âmbito do qual esta capital de risco realiza, anualmente, um investimento em dois projetos apoiados pelo Programa COHiTEC. O investimento, no montante de 100 mil euros por projeto, destina-se à fase de pre-seed, ou seja, à fase inicial dos projetos, na qual é necessária realizar uma prova de conceito da tecnologia.

Os dois projectos em causa poderão ainda aceder a 100 mil euros adicionais ao participarem no “Caixa Empreender” – evento que será realizado no próximo dia 3 de fevereiro e que reunirá os projetos que participaram num dos seis programas apoiados pelo Grupo CGD (COHiTEC da COTEC Portugal, Lisbon Challenge da Beta-i, inRes da CMU Portugal, Building Global Innovators do ISCTE-IUL e MIT-Portugal, Startup Lisboa e Startup Braga).

Os projetos:


A Charge2Change é uma startup dedicada à investigação, desenvolvimento e comercialização de uma nova geração de baterias para veículos industriais, que permitirá um carregamento mais rápido, uma maior vida útil e a possibilidade de carregamentos de oportunidade. As baterias em desenvolvimento pretendem, numa primeira fase, equipar empilhadores elétricos, substituindo as baterias de chumbo, que, para além de serem altamente poluentes, demoram cerca de 8 horas a carregar totalmente. A tecnologia que está no origem do projeto foi desenvolvida por investigadores do Instituto Superior Técnico, do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa e do Instituto Politécnico de Setúbal, com base numa bolsa da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) para estudar ligas metálicas para armazenamento de energia. Atualmente, a equipa de promotores da Charge2Change é constituída por Rui Pedro Silva e André Mão de Ferro, bem como por quatro professoras que estiveram envolvidas na investigação que deu origem ao projeto. A Charge2Change participou na edição de 2014 do Programa COHiTEC da COTEC, na sequência do qual foi um dos projetos selecionados para um investimento de 100 mil euros por parte da Caixa Capital. Com esse valor, a startup irá realizar a prova de conceito da tecnologia, através do desenvolvimento de protótipos da bateria à escala real, que serão testados em empilhadores elétricos.

 

 

A equipa Permeability está a desenvolver um kit médico para a análise da permeabilidade intestinal, um biomarcador de estados iniciais em doença, nomeadamente em doenças metabólicas como a diabetes e a obesidade. O kit permitirá uma análise simples, precisa e não invasiva da permeabilidade intestinal, funcionando através da ingestão de uma sonda e da recolha de urina para análise. O projeto está a ser desenvolvido pelos investigadores João Silva e Fátima Martins, e nasceu no âmbito de ciência realizada no Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, no Biocant Park e no CEDOC - Chronic Diseases Research Center da Universidade Nova de Lisboa. A Permeability participou no Programa COHiTEC 2015, onde foi elaborada a sua proposta de negócios, que resultou na seleção do projeto para financiamento por parte da Caixa Capital. Uma vez que a equipa já realizou testes em animais, os 100 mil euros serão destinados a testes piloto com humanos, com vista a definir os parâmetros de uso do teste.

Programa COHiTEC:
O Programa COHiTEC é uma ação de formação que visa apoiar a valorização social e económica da investigação científica realizada em instituições portuguesas de I&D, nomeadamente instituições de ensino superior, centros de investigação e empresas, entre outros. O Programa tem como destinatários investigadores e tecnológos que estejam a desenvolver projetos nas áreas da biotecnologia, saúde, energias limpas e tecnologias industriais, que possuam tecnologia com características únicas e potencial comercial a nível mundial.

Com periodicidade anual, o Programa COHiTEC decorre entre março e julho, uma tarde por semana, e é gratuito para os seus participantes. Trata-se de uma iniciativa da COTEC Portugal, com o apoio da Caixa Capital, e tendo como parceiros de formação a Porto Business School, a Nova School of Business and Economics, e ainda docentes das universidades de Brown, North Carolina State e Rutgers. Ao longo de quatro meses, os investigadores participantes criam conceitos de produto para a sua tecnologia e desenvolvem uma proposta de negócios.

Desde a sua criação, em 2004, o Programa COHiTEC já apoiou 151 projectos de base tecnológica e vocação global, nos quais participaram mais de 650 participantes, e deu origem a 26 empresas high-tech/high-growth. A edição de 2016 do COHiTEC terá início no dia 1 de março.

Mais informação sobre o Programa COHiTEC

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo