Candidaturas abertas ao Prémio Engenharia até 30 de junho

Até 30 de junho Escolas e Alunos juntamente com Professores podem candidatar-se ao Prémio ‘Portugal, País de Excelência em Engenharia’. No total são 60.000€ em prémios divididos pelos três destinatários do prémio, Escolas ou Agrupamentos Escolares, Alunos e Professores.

© COTEC Portugal

O Prémio ‘Portugal, País de Excelência em Engenharia’ tem como objetivo promover o gosto pela engenharia e pela ciência em jovens estudantes, destacando a importância da aprendizagem nesta área de estudo, fundamental para incentivar a inovação e o empreendedorismo na sociedade, bem como contribuir para o aumento das oportunidades de emprego destes jovens (não há praticamente desemprego nesta área) e o desenvolvimento do País (com cada vez mais empresas a sentirem necessidade deste tipo de qualificações).

 

O prémio divide-se em duas secções, a primeira dirigida a alunos do terceiro ciclo do ensino básico – 7.º, 8.º e 9.º anos de escolaridade –, solicitando que identifiquem um problema real e, com recurso a conceitos de engenharia, ciência ou computação, desenvolvam um projeto e/ou protótipo que vise solucionar o problema encontrado. No desenvolvimento desse projeto, os alunos ou equipas de alunos serão acompanhados por professores que farão parte da sua equipa, e o projeto tanto pode ser desenvolvido em aulas experimentais ou de laboratório, como em atividades extra-curriculares, exemplo dos clubes de ciência ou das oficinas temáticas. 

 

Nesta secção do concurso, os alunos que submeterem o seu projeto e/ou produto científico habilitam-se a um prémio máximo de 12 mil euros (1.º Prémio), recebendo o segundo classificado 6 mil euros (2.º Prémio); e o terceiro 2 mil euros (3.º Prémio), sendo que os professores terão, igualmente, direito a um primeiro, segundo e terceiro prémios, de valores iguais aos dos alunos. 

Na segunda secção do mesmo concurso serão avaliadas as escolas ou agrupamentos escolares que apresentem o melhor processo pedagógico de ensino de engenharia, na componente experimental e/ou laboratorial ou em espaços de aprendizagem equiparáveis. Nesta secção, o Júri elegerá também três vencedores, sendo os valores em causa os mesmos que os atribuídos a alunos e professores nomeadamente de, 12.000€, 6.000€ e 2.000€ para os primeiro, segundo e terceiro classificados.

O concurso decorre a nível nacional, durante o ano letivo 2015-2016, estando aberto a todas as escolas públicas e privadas do terceiro ciclo do ensino básico. 

 

Período de candidaturas

Ao contrário das Escolas que iniciam agora o seu processo de candidatura, os alunos ou equipas de alunos que pretendiam candidatar-se ao Prémio tiveram de realizar uma pré-inscrição para que pudessem candidatar-se a partir deste momento. O período de candidaturas ao Prémio decorre até 30 de junho de 2016, quer para alunos e professores quer para escolas e os formulários de candidatura estão disponíveis no website do Prémio em www.premioengenharia.pt.

O Júri do Prémio é presidido por Eduardo Marçal Grilo e constituído por mais seis jurados, entre eles um representante do Ministério da Educação e cinco elementos que serão nomeados pela Direção da COTEC Portugal. Os vencedores serão anunciados no último trimestre do ano, no Encontro Nacional de Inovação COTEC.

O Prémio ‘Portugal, País de Excelência em Engenharia’ é uma iniciativa da COTEC e 41 dos seus Associados, em parceria com o Ministério da Educação, sendo também a primeira iniciativa no âmbito do Movimento ‘Transforma Talento Portugal’.

É importante salientar que para além do prémio nacional promovido pela COTEC outros prémios de engenharia estão a concurso, tal como o Prémio da LIPOR dirigido aos Municípios associados à empresa, nomeadamente Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde, e tendo como tema dos projetos o Ambiente e os Resíduos Sólidos. Este prémio insere-se no Movimento nacional ‘Portugal, País de Excelência em Engenharia’ e as candidaturas ao mesmo são feitas também na área das candidaturas ao prémio COTEC.

 

Movimento nacional ‘Portugal, País de Excelência em Engenharia’

A necessidade de chegar ao máximo de alunos, escolas e professores, de forma a potenciar o impacto e os resultados esperados do Prémio ‘Portugal, País de Excelência em Engenharia’ da COTEC, impulsionou a criação de um Movimento nacional com a mesma designação. Deste Movimento fazem parte também outros Prémios, lançados por diferentes organizações, que se mantêm focados na área global de engenharia.

Espera-se que o Movimento ‘Portugal, País de Excelência em Engenharia’ e os prémios a ele associados contribuam para um ensino (desde logo no nível básico) com uma acentuada componente experimental, o que se acredita poderá instituir uma atitude coletiva mais favorável à inovação e ao empreendedorismo, com destaque para o desenvolvimento e formação de profissionais de engenharia e ciência, essenciais em economias que competem à escala global.

A LIPOR - Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto, partilhando das preocupações da COTEC, da qual é associada, e unindo-se ao Movimento ‘Portugal, País de Excelência em Engenharia’, criou o Prémio ‘Excelência em Engenharia, na área geográfica dos Municípios associados à LIPOR - Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde’ dirigido a alunos, professores e escolas do terceiro ciclo do ensino básico. Aos alunos ou grupos de alunos que apresentem os melhores projetos e/ou produtos nas áreas de Ambiente e Resíduos Sólidos serão atribuídos um primeiro, um segundo e um terceiro prémios, nos valores de 2.000€, 1.000€ e 500€, respetivamente. Tal como no Prémio COTEC também às escolas ou agrupamentos escolares serão atribuídos prémios pecuniários no mesmo valor.

Candidate-se ao Prémio ou saiba mais informações sobre o Prémio e o Movimento em www.premioengenharia.pt

© COTEC Portugal

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo