Publicado a 06 de novembro de 2017

Chegou o tempo da economia circular

A gestão eficiente de recursos no contexto da economia circular foi o tema da conferência realizada no dia 6 de novembro no Auditório EDP, no Porto, pelos Green Project Awards em parceria com a COTEC Portugal.

O modelo económico linear vigente até ao presente “é insustentável, pelos recursos finitos do planeta, pelos riscos que as empresas correm, pelo defraudar das expectativas dos consumidores”, considerou Jorge Portugal, Diretor-Geral da COTEC, na sessão de boas-vindas da conferência. É por tudo isto que “chegou o tempo da economia circular”, exortou Jorge Portugal, sem esconder, porém, que “a economia circular ainda tem muitos inimigos, muita inércia, porque não é fácil fazer a transição”.

Uma transição que, nas palavras do Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, depende, mais do que do uso eficiente dos recursos, do “uso inteligente dos recursos”. Para o Ministro, é necessário quebrar com os modelos lineares e apostar “na desmaterialização, na partilha”, “deixarmos de ser consumidores para passarmos a ser utilizadores”.

Cabe aos governos, à empresas e também aos cidadãos liderar esta mudança de paradigma. “Cada um de nós que tem ser responsável pelo seu comportamento”, exortou João Pedro Matos Fernandes.

Na sessão de abertura, intervieram também responsáveis da Quercus, GCI e da Câmara Municipal do Porto, que destacaram a importância do tema da conferência.

A conferência contou com a intervenção de dois keynote speakers: Attila Turos do World Economic Forum e Beatriz Luz da Exchange 4 Change Brasil.

Para Attila, “a transição para a economia circular não está a ocorrer a um ritmo suficientemente rápido para preservar o planeta”. Por sua vez, Beatriz Luz defendeu que “o lixo é um erro de design”, porque “se não estamos a conseguir reciclar as embalagens e os produtos é porque eles não foram pensados para ser reciclados”.

A conferência terminou com um painel com João Silva Marques da Galp, Catarina Dias da TMG Automotive, Miguel Aranda da Silva da Veolia e Pedro Monteiro do LIDL, que partilharam as experiências das empresas no contexto da economia circular.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo