Cisco Systems cria Centro de Pesquisa e Inovação na cidade inteligente de Paredes

A Cisco Systems assinou um acordo para a construção de um Centro de Pesquisa e Inovação Global em Sensores de Rede para Internet, em Paredes, na Região Norte. O centro, o primeiro do género na Europa e o segundo no mundo, vai ser instalado no PlanIT Valley – um projecto de criação de uma cidade inteligente desenvolvido pela norte-americana Living PlanIT –, que ainda se encontra numa fase inicial de aquisição de terrenos e licenciamento.

Wim Elfrink, vice-presidente executivo da multinacional, presente na cerimónia de assinatura do acordo de investimento com o PlanIT Valley, realizada em Paredes, escusou-se a avançar o valor do investimento, argumentando que esse assunto "ainda não está fechado". Contactado pelo PÚBLICO, o presidente da Câmara de Paredes, Celso Ferreira, também se escusou a avançar com um valor, alegando estar sujeito "a acordos de confidencialidade".

Entretanto, um comunicado da Câmara de Paredes, divulgado ontem à tarde, refere que, "de acordo com os mais altos responsáveis pela multinacional norte-americana", o centro representará "um investimento global que poderá ascender a 50 milhões de euros, dos quais 22 milhões serão aplicados na primeira fase do projecto".

A instalação do centro da Cisco arrancará dentro de aproximadamente um ano, adiantou ao PÚBLICO Celso Ferreira. Numa primeira fase, serão criadas algumas dezenas de postos de trabalho, que poderão atingir "os 300 na plenitude do investimento", adiantou Celso Ferreira, destacando que serão empregos "altamente qualificados".

Ao que o PÚBLICO apurou, o projecto de criação da cidade inteligente, o PlanIT Valley, numa área de aproximadamente 17 quilómetros quadrados, foi classificado de interesse nacional (PIN) pela AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal –, e receberá apoios públicos, mas o projecto da Cisco não receberá qualquer apoio estatal directo.

A cerimónia de assinatura do acordo contou com a presença de Carlos Zorrinho, secretário de Estado da Energia e Inovação, que se referiu ao projecto do PlanIT Valley como "uma inspiração para as 10 mil novas cidades que vão nascer no futuro em todo o mundo", acrescentando que, "embora a persistência seja fundamental para o seu sucesso, este é um projecto em que o Governo acredita e tudo fará para extrair dele todo o seu potencial".

"O que vamos aqui fazer é algo que nunca foi feito em nenhuma parte do mundo, é uma oportunidade única", afirmou Wim Elfrink, explicando que, "evidentemente, nenhuma empresa consegue fazê-lo sozinha. Por isso, avançamos para esta parceria com a Living PlanIT, aqui em Paredes".

O projecto da Living PlanIT – uma empresa liderada por um ex-executivo da Microsoft, Steve Lewis – é uma espécie de cidade-laboratório, onde se desenvolverão e testarão soluções inovadoras. Os números que têm sido avançados pelos promotores do projecto apontam para um investimento de até 10 mil milhões de euros e a criação de 20 mil postos de trabalho em 12 mil empresas do sector tecnológico.

Steve Lewis destacou que o projecto a desenvolver em Paredes "durará vários anos e exigirá de todos um esforço incrível", acrescentando que "a assinatura do acordo com a Cisco Systems "vai criar oportunidades para muitas empresas e universidades da região".

Fonte: PortugalNews (Rosa Soares, Público)

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo