Publicado a 12 de Janeiro de 2015

Comissão Europeia lança programa piloto para apoiar inovação no valor de 200 milhões de euros

A Comissão Europeia lançou no dia 9 de Janeiro uma iniciativa piloto, o instrumento Fast Track to Innovation (FTI), um programa acelerado de inovação no valor de 200 milhões de euros, para «promover a inovação, reduzindo o tempo necessário para introduzir ideias inovadoras no mercado».

Segundo o comunicado da própria Comissão Europeia, «Durante os próximos dois anos, a iniciativa piloto estará aberta a todo o tipo de participantes, em especial a provenientes da indústria, estimulando ao mesmo tempo os primeiros pedidos da indústria e das pequenas e médias empresas (PME) ao abrigo do Horizonte 2020, o programa de financiamento da investigação e inovação da UE. Os projectos financiados ao abrigo do projecto piloto devem ser liderados por empresas, por forma a garantir que as ideias inovadoras promissoras sejam exploradas de forma mais rápida».

No âmbito do FTI, o Comissário Europeia para a Investigação, Inovação e Ciência, Carlos Moedas declarou: «Na corrida rápida ao lançamento de ideias inovadoras, os vencedores são os que aproveitam as oportunidades de mercado em primeiro lugar. O novo Programa Acelerado para a Inovação ajudará as empresas altamente inovadoras na Europa a chegar a acordo mais rapidamente, a fim de atrair mais investidores privados para a investigação e a inovação europeias e acelerar a nossa competitividade a nível mundial».

O Programa Acelerado para a Inovação será executado no período 2015-2016 como uma nova iniciativa no âmbito do Programa-Quadro Horizonte 2020. Dispõe de um orçamento de 200 milhões de euros para a prioridade «Desafios Societais» do Horizonte 2020 e o objectivo específico «Liderança em tecnologias facilitadoras e industriais», sem outras restrições aos tópicos. Esta abertura temática — juntamente com a possibilidade de todos os tipos de agentes da inovação trabalharem em conjunto e promoverem a inovação no mercado e/ou na sociedade — incentivará a cooperação transdisciplinar e multisectorial para o crescimento através da inovação.

O Programa Acelerado para a Inovação tem por objectivos reduzir o tempo das ideias ao mercado, apoiando conceitos inovadores maduros que tenham sido testados em condições operacionais, estimular a participação de candidatos pela primeira vez para o financiamento da investigação e inovação da UE, e aumentar o investimento do sector privado em investigação e inovação. As actividades apoiadas incluem sistemas de validação em condições de trabalho reais, ensaios, programas-piloto, validação de modelo empresarial, bem como o estabelecimento de normas e investigação pré-normativa.

O projecto-piloto será executado através de um convite à apresentação de propostas comum e aberto em permanência. As propostas podem ser apresentadas em qualquer altura com três datas intermédias em 2015: 29 de Abril, 1 de Setembro e 1 de Dezembro. A continuação do Programa Acelerado para a Inovação depois de 2016 dependerá dos resultados de uma avaliação aprofundada do mesmo.

Consulte mais informações sobre o FTI aqui.

Fontes: Jornal de Negócios, LOCAL.PT e site da Comissão Europeia

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo