"Connected Healthcare: Análise de Impacto" Apresentado no Museu das Comunicações

A apresentação do relatório «Connected Healthcare: análise de impacto» foi ponto de partida para um participado debate, realizado no Museu das Comunicações. A mesa redonda, moderada por Jorge Portugal, reuniu Afonso Pedrosa, do Centro Hospitalar Universitário de São João, João Paulo Cabecinha, da Glintt, João de Castro Guimarães, da GS1 Portugal, Luís Drummond Borges, da Lusíadas Saúde, e Carla Pereira, da SPMS - Serviços Partilhados do Ministério da Saúde. 

O estudo analisou o impacto de quatro «casos de base», nomeadamente a implementação de  codificadores únicos no circuito do medicamento no Hospital de Cascais Dr. José de Almeida; a gestão centralizada da capacidade instalada de imagem médica no departamento de imagiologia do grupo grego Iatropolis; a reorganização do laboratório de patologia do Hospital de Vila Franca de Xira; e a plataforma digital para a deteção precoce do risco de deterioração do estado clínico de utentes hospitalizados no Centro Hospitalar de São João, no Porto. Coordenado pelo Professor Ricardo Gonçalves, do Centro de Estudos de Gestão e Economia (da Católica Porto Business Schoolsurge na sequência da iniciativa Connected Healthcare, criada em Março de 2018, que reúne um conjunto alargado de stakeholders do universo da saúde.

Consulte o relatório.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo