Criado novo projecto europeu para estimular empreendedorismo feminino

A Comissão Europeia lançou recentemente uma nova rede europeia de mentoria para apoiar empresárias através da partilha do saber‑fazer e da experiência. Na Europa, as mulheres não representam mais de 34,4% dos trabalhadores por conta própria. Para aumentar esta percentagem, mulheres de negócios bem sucedidas irão apoiar empresárias que criaram uma nova empresa nos últimos dois a quatro anos.

Os mentores prestarão a estas novas empresárias um aconselhamento pragmático sobre a forma de gerir e consolidar as respectivas empresas na fase crítica inicial, acompanhando-as neste processo e ajudando-as a adquirir as competências sociais necessárias. A rede cobre 17 países europeus e conta com a participação de 170 mentores.

O empreendedorismo conjuga-se bem com as opções de vida das mulheres, proporcionando‑lhes flexibilidade na conciliação da vida privada e profissional, especialmente em termos de horários e local de trabalho. Além disso, muitas mulheres que a crise económica lançou no desemprego poderiam aplicar as suas competências e conhecimentos na criação da sua própria empresa e, logo, do seu próprio emprego.

O Vice-Presidente da Comissão Europeia Antonio Tajani, responsável pela Indústria e pelo Empreendedorismo, declarou: «Não há dúvida de que a criatividade e o empreendedorismo femininos são a fonte de crescimento económico e de criação de empregos que mais subaproveitada está na Europa e que, por isso, é necessário continuar a explorar. Em tempos de crise não nos podemos dar ao luxo de desperdiçar este potencial. A existência de mais empresárias contribuirá para o crescimento e a melhoria da situação económica das mulheres».

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo