Curso intensivo para a Rede PME Inovação: 'Writing Competitive Proposals in FP 7'

Decorreu no passado dia 26 de Março, no Tiara Park Atlantic Lisboa, o curso intensivo 'Writing Competitive Proposals in FP 7'. O evento, organizado pela COTEC, foi dirigido prioritariamente aos Membros da Rede PME Inovação e a intervenientes no Projecto EASIER, tendo contado com cerca de 20 participantes.

© COTEC Portugal

 

A sessão foi orientada pela Dra. Susanne Rahner, com mais de 20 anos de experiência académica e empresarial. A Dra. Susanne Rahner gere e supervisiona inúmeros projectos internacionais, tendo escrito e coordenado propostas no âmbito, por exemplo, do CRAFT, Marie Curie (IAPP) e INTERREG.

Atenção aos prazos
O tempo é um elemento esssencial no que toca à escrita das propostas para o 7.º Programa Quadro. Trata-se de um processo moroso que tem ser iniciado com pelo menos três meses de antecedência em relação aos prazos de submissão das mesmas, garantiu a Dra. Susanne Rahner. O rigoroso cumprimento dos prazos é, pois, algo fulcral.

De acordo com o apresentado pela Dra. Susanne Rahner, as formalidades acabam por ser também elementos importantes na escrita das propostas. Questões aparentemente menores como a formatação, o tamanho da letra ou o número de páginas estipulado devem merecer toda a atenção para que os critérios de avaliação sejam escrupulosamente respeitados. O cuidado com este tipo de pormenor evita a exclusão das propostas durante a fase de verificação do cumprimento das formalidades.

Ler cuidadosamente todos os documentos (incluindo as letras pequeninas), bem como colocar todas as perguntas que se considere necessárias são imperativos para a criação de uma proposta forte. Também a criação de um plano do projecto e de um plano de gestão de tempo são essenciais. Na fase final da escrita das propostas é essencial que o documento seja revisto por diferentes pessoas e que se confirme se está tudo completo.

Encontrar parceiros
Outra das muitas indicações que a Dra. Susanne Rahner deu aos participantes no curso prende-se com as estratégias a adoptar na procura de parcerias. Para além de procurar junto de actuais parceiros recomendações de possíveis parcerias interessantes, os candidatos podem optar por recorrer às bases de dados da União Europeia como, por exemplo, o CORDIS Rapidus.

A internet mostra-se um instrumento valioso neste campo uma vez que permite pesquisar conferências a fim de consultar a lista de participantes e as suas apresentações. Outra hipótese é procurar os sites de projectos anteriormente aprovados para encontrar os parceiros lá mencionados, ou ainda procurar no site do CORDIS a ‘Evaluator database’ do FP6.

Como estratégia a Dra. Susanne Rahner sugeriu também a participação directa em eventos onde se possam descobrir os parceiros que se procuram.

Para além de tomar contacto com as diferentes questões relacionadas com o processo de submissão de propostas ao 7º Programa Quadro da Comissão Europeia, os participantes tiveram a oportunidade de preparar uma “one page proposal” colocando em prática os conteúdos ministrados com uma avaliação por parte da docente do curso.

Consulte a apresentação da Dra. Susanne Rahner.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo