Publicado a 06 de Outubro de 2014

Dia da Alcatel-Lucent

Em mais um “Dia da Associada”, que decorreu no dia 1 de Outubro, em Cascais, os Associados da COTEC Portugal puderam conhecer a Alcatel-Lucent, num encontro que reuniu cerca de 70 participantes para debaterem o tema da Cloud computing.

© COTEC Portugal

 

A Alcatel-Lucent é um fornecedor de referência em Portugal no domínio das telecomunicações, que oferece soluções de comunicações avançadas e é líder de mercado em várias tecnologias chave. Foi precisamente para discutir uma dessas tecnologias, a cloud computing, que a empresa reuniu em Cascais com os restantes Associados da COTEC Portugal.
Mais de 62.000 colaboradores em todo o mundo, um total de 32.000 patentes registadas – 3.000 das quais só em 2013 –, acima de 250 colaborações com universidades, e um investimento em I&D na ordem dos 16,1% das vendas líquidas, são certamente alguns dos indicadores que fazem com que a Alcatel-Lucent figure, desde 2011, no top 100 da lista da Thomson Reuters das empresas mais inovadoras do mundo.

Na sua intervenção, Nakhle Matta, Country Senior Officer da Alcatel-Lucent Portugal, destacou precisamente o investimento em inovação feito pela Alcatel-Lucent, bem como, em termos de estratégia de globalização, o facto da empresa se empenhar em desenvolver parcerias locais, usando, desta forma, as melhores competências dos países onde se encontra. É, como disse Nakhle Matta, também essa a estratégia em Portugal, onde mantêm parcerias importantes que são essenciais «para manter as melhores competências», declarou.

Daniel Bessa, Director-Geral da COTEC, que considera os “Dias da Associada” uma «actividade essencial da COTEC, que é acima de tudo uma de troca de experiências», saudou os presentes e deu a palavra às 40 empresas participantes que, como é habitual nestes encontros, apresentaram resumidamente a sua actividade e apontaram as suas expectativas para a sessão.

Guive Chafai, Cloud Strategy & Marketing da Alcatel-Lucent Portugal, abriu as apresentações técnicas, abordando a importância da cloud, o seu «enorme» potencial de desenvolvimento, tendências, limitações e oportunidades. Consciente de que «a velocidade com que lançamos aplicações e reagimos ao mercado podem ser um aspecto crítico do negócio», Guive Chafai crê que, cada vez mais, as empresas se têm de transformar em negócios “real time”. E, para isso, nas aplicações de negócio altamente especializadas, o SAS (Software As a Service) precisa de desenvolvimento à medida, «daí a necessidade de conseguirmos tornar o cloud programável, focado na empresa e adaptado a ela», afirmou.

Seguiram-se os testemunhos de três empresas associadas da COTEC: BPI, Brisa, e NOS, todas com experiências diferentes na aplicação do cloud na sua actividade.

Do BPI, Francisco Barbeira, Director de Sistemas de Informação, partilhou os desafios e as oportunidades na implementação da cloud nas grandes empresas, falando de questões como os custos de cada solução (mais ou menos estandardizada), questões contratuais, regulatórias e de compliance, bem como de segurança, e de confidencialidade, técnicas, e organizacionais.

Tiago Dias, ITS Project Manager na Atlas Telematics Product Manager da Brisa, apresentou a estratégia cloud da Brisa Inovação, descrevendo mais especificamente a plataforma “Atlas Telemática”, solução cloud desenvolvida internamente, com o objectivo de optimizar a gestão operacional das auto-estradas concessionadas à Brisa. Esta plataforma gera um conjunto de mapas esquemáticos que permitem a integração de toda a informação da Brisa, tornando mais eficiente a gestão remota de equipamentos e dispositivos electrónicos instalados ao longo das auto-estradas e em barreiras de portagem. O Atlas permite ainda a implementação de novas funções como o envio, recepção e gravação de mensagens de dados, voz e vídeo entre os vários postos de trabalho.

Por seu lado, Gabriel Abrantes, Head of ICT da NOS, mostrou de que forma a cloud é um atractivo estratégico para a NOS, quer do ponto de visto interno da empresa quer do ponto de vista do que pode oferecer aos seus clientes.

A revolução do SDN (Software Defined Networking), no âmbito da virtualização das redes nos datacenters da cloud, foi o tema discutido por Roland Thienpont, IP Cloud Networking Director da Alcatel-Lucent.

Como orador principal, José Maria Juarez, Global Head of Innovation in Technology of BBVA, falou da revolução que a tecnologia cloud permitiu no sector financeiro, apresentando o caso específico do banco BBVA, e, na sua apresentação, Jeff Ruby, da Red Hat, focou-se na tendência crescente para os sistemas empresariais baseados em tecnologias open source sobre a cloud.

A tarde terminou com um porto de honra oferecido pela empresa anfitriã.

Consulte o programa da sessão.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo