Portugal Telecom recebe Rede PME Inovação COTEC
Publicado a 28 de Outubro de 2011

Dia da Portugal Telecom

Os esforços de aproximação e de colaboração entre as empresas da Rede PME Inovação e os Associados da COTEC continuam e a Portugal Telecom foi a anfitriã do mais recente “Dia da Associada”, que se realizou no passado dia 25 de Outubro, em Lisboa.

© COTEC Portugal

 

O open day dirigido às empresas membro da Rede PME Inovação COTEC contou com a presença do Presidente Executivo da PT Zeinal Bava, que abriu a sessão celebrando o potencial das parcerias entre as empresas portuguesas, capazes de transformar o que hoje parece «uma situação de risco» numa oportunidade para mudar o País. «As oportunidades de internacionalização das PME podem ser criadas pelas próprias oportunidades de internacionalização da PT, que pode ajudar as PME nacionais a serem mais exportadoras», argumentou o líder do Grupo.

O Director-Geral da COTEC Daniel Bessa lembrou porém que a inovação é um factor crucial nessa parceria: «As grandes empresas portuguesas exportadoras só podem ajudar na internacionalização das PME se estas tiverem produtos ou serviços verdadeiramente inovadores e diferenciados». Para o responsável da COTEC, na inovação vale sempre a pena «subir a parada», fazendo-se mais e melhor através, por exemplo, da colaboração.
A colaboração foi precisamente um tema forte deste evento, durante o qual os participantes se envolveram num exercício prático onde o trabalho conjunto foi posto à prova. Divididos em grupos de trabalho por quatro áreas chave para a PT – sistemas de informação e saúde, serviços e aplicações móveis, cloud services, e serviços e aplicação de TV –, os representantes das PME inovadoras participaram num processo criativo conjunto, que permitiu às empresas participantes conhecerem-se melhor e resultou na geração de novas ideias.

Inovação e tecnologia de ponta
Com 88 milhões de clientes em 12 países, a Portugal Telecom é um gigante das telecomunicações e multimédia com um longo trajecto marcado pela inovação e pela capacidade tecnológica, onde se conta, por exemplo, o primeiro cartão pré-pago do mundo para telemóveis. A aposta na criação de produtos e serviços inovadores continua, tendo a PT investido, em 2010, 200 milhões de euros em I&D.

«A inovação não acontece por acaso», ressalvou Ana Dias, Directora de Gestão da Inovação da PT, acrescentando: «Há uma estruturação da inovação na PT que começa com o planeamento do portefólio dos projectos da PT de acordo com o nível de risco e o prazo de execução, e que assenta muito em parcerias estratégicas nacionais e internacionais».

A rede de parcerias é um elemento fundamental para a inovação na PT, que procura potenciar a sua capacidade inovadora também dentro da própria organização. Para tal, existe um sistema de gestão de ideias implementado onde todos os colaboradores participam através da colocação de ideias e da avaliação das ideias dadas. «A inovação não é uma responsabilidade dos departamento de I&D, é uma responsabilidade de todos», sustentou Ana Dias, aduzindo que a PT pode ser grande em Portugal, mas é uma empresa «pequena no mundo».

Trabalhar essencialmente a pensar na internacionalização é, por isso, para Rui Gonçalves Pereira, Administrador da PT, um desafio cada vez mais premente para todas as empresas portuguesas. «O tema da exportação é importante não só para o País mas para cada um de nós», alertou o responsável, desafiando as PME presentes a tornarem-se parceiras da PT e, com ela, seguirem esse caminho.

Consulte a agenda deste evento

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo