Publicado em 1 de Março de 2014

Empresa criada no programa COHiTEC lança ciclone aglomerador revolucionário

A empresa ACS - Advanced Cyclone Systems, criada em 2008 no âmbito do Programa COHiTEC da COTEC Portugal, acaba de lançar no mercado o Ciclone "Aglomerador" MK, um sistema revolucionário de separação de partículas do ar, que permite reduzir as emissões poluentes em 8 a 10 vezes em relação aos ciclones puramente mecânicos.

© ACS

O Ciclone "Aglomerador" MK, que deu origem a um pedido de patente internacional, constitui um avanço importante no cumprimento de valores limite mais reduzidos de emissões poluentes, por um mais baixo custo, indo ao encontro das necessidades de pequenas e médias instalações de combustão, como por exemplo, caldeiras de biomassa, a carvão ou a fuelóleo.

Em comparação com os ciclones puramente mecânicos, o Ciclone "Aglomerador" MK reduz as emissões em 8 a 10 vezes, aproximando-se dos valores obtidos pelos precipitadores electrostáticos (o gold standard da indústria em processos de alta temperatura), que têm um custo duas a três vezes superior. Adicionalmente, em relação a estes equipamentos, os cliclones têm a vantagem de não necessitarem de filtros, pois a separação de poeiras do ar é feita através de um efeito de centrifugação, o que reduz os custos de manutenção e operação e simplifica a operação e limpeza.

A ACS já recebeu encomendas do Ciclone “Aglomerador” MK para oito países, estando o produto em fase de instalação em unidades industriais em Portugal, Brasil, Reino Unido, França, Alemanha, EUA, Costa Rica e Indonésia, em sectores tão diversificados como siderurgia, farmacêutica, produção de energia e metalomecância.

Com valor superior a 1 milhão de euros, as encomendas do novo ciclone permitirão à empresa alavancar a sua expansão, sendo que, até final do ano, a ACS tem expectativas de crescimento das encomendas na ordem dos 50%, que se deverão reflectir num volume de negócios de 4,5 milhões de euros no final de 2014.

A ACS é uma empresa dedicada ao desenvolvimento e comercialização, a nível mundial, de ciclones de alta eficiência. A empresa teve origem em investigação desenvolvida na Universidade do Porto e foi criada com o apoio do Programa COHiTEC da COTEC Portugal, que visa fomentar a criação de empresas de base tecnológica e o licenciamento de tecnologias tendo como base investigação desenvolvida em Portugal. Actualmente, a ACS exporta mais de 90% da sua facturação para 26 países, e conta no seu portfólio com três linhas distintas de sistemas – Ciclones Hurricane, Sistemas ReCyclone e o recente Ciclone “Aglomerador” MK.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo