9.º Encontro Nacional de Inovação COTEC
Publicado em 14 de Maio de 2012

Financiamento da Inovação Empresarial

O ‘vale da morte’ foi tema de conversa no 9.º Encontro Nacional de Inovação COTEC. Peter Benson e Richard Miller, especialistas em capital de risco, apresentaram as suas perspectivas acerca do financiamento da inovação e debateram-nas com um painel de representantes de capitais de risco portuguesas.

© COTEC Portugal

 

«A estrada para o sucesso não é uma linha recta. Existe uma série de solavancos», argumentou Peter Benson, Managing Partner da Sunstone Capital, sustentando que, no percurso da ideia para o mercado, os projectos inovadores não se deparam apenas com um período onde o investimento tende a faltar. O chamado “vale da morte” não é, assim, apenas um.

Para além da dificuldade de garantir investimento no período de criação de identidade (o «lonely valley»), as startups estão constantemente a atravessar outros “vales”: até à prova de conceito (o «starvation valley»), à verificação comercial (o «greed valley») e à prova de negócio («inertia valley»). As startups têm, por isso, de «saber gerir os vales e aproveitar as oportunidades», como é o caso da sindicação.

A solução para um percurso menos atribulado passa, na perspectiva de Richard Miller, Vice-Presidente da National Association of Seed and Venture Funds, pelo estabelecimento de um ecossistema de inovação «capaz de assegurar a continuidade do financiamento». Neste puzzle, é pois crucial identificar os stak5eholders, envolvê-los no projecto e juntar os diferentes intervenientes.

A inovação – enquanto «implementação lucrativa de ideias» – tem, assim, de passar a estar no centro do modelo de desenvolvimento económico, no que apelidou de um novo paradigma de inovação, onde a prova da «relevância comercial» assume lugar de destaque. «Já Darwin dizia: não é o mais forte da espécie que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta à mudança», notou Richard Miller.

PTec: bolsa de startups tecnológicas
Após o debate com os representantes da Caixa Capital, Espírito Santo Ventures e Capital de Risco Pública, a COTEC Portugal apresentou um novo módulo na plataforma Colaborar.COTEC: o PTec. Desenvolvida em parceria com a Caixa Capital, esta bolsa de startups tecnológicas pretende potenciar o cruzamento de oportunidades de negócio e de investimento, estreitando o diálogo entre um conjunto de tecnologias nacionais promissoras, as PME inovadoras e as grandes empresas estabelecidas no universo COTEC.

Prémio Produto Inovação 2012
No decorrer da Sessão de Encerramento – presidida pelo Presidente da República –, foi entregue o Prémio Produto Inovação COTEC-Unicer, aos produtos seguintes, distinguidos em ex-aequo:

  • CorkSorb, uma gama de absorventes para derrames, desenvolvido pela Corticeira Amorim
  • ONT - Optical Network Terminal, um terminal para redes de acesso de fibra óptica, desenvolvido pela PT Inovação

Este ano foi ainda atribuída uma menção honrosa ao produto GreenBender, da ADIRA.


Concurso Valorização do Conhecimento e Fomento do Empreendedorismo 2012
Durante a Sessão de Encerramento foram também conhecidas as universidades vencedoras do Concurso Valorização do Conhecimento e Fomento do Empreendedorismo:

  • na categoria ‘Estratégias de Comercialização de Tecnologias’: Universidade do Porto
  • na categoria ‘Estratégias de Fomento do Empreendedorismo’: Universidade do Minho

O 9.º Encontro Nacional de Inovação COTEC decorreu no dia 9 de Maio de 2012, na Culturgest, sob o tema ‘Financiamento da Inovação Empresarial’, e reuniu líderes e gestores das empresas associadas da COTEC e da sua Rede PME Inovação, bem como Entidades do Sistema Nacional de Inovação, num total de cerca de 300 participantes.

Conheça o Programa do 9.º Encontro Nacional de Inovação

Consulte a apresentação do conferencista

Veja o vídeo de apresentação do PTec.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo