Publicada a 14 de dezembro de 2015

Palbit e TEKEVER, conheça as PME mais inovadoras de 2015

A Palbit e a TEKEVER foram consideradas as PME mais inovadoras de 2015, arrecadando o Prémio PME Inovação COTEC-BPI, que distingue PME que desenvolvem atividade fortemente baseada em inovação, com elevados níveis de exportações e fortes resultados económicos.

© COTEC Portugal

 

Foi no decorrer do 12.º Encontro Nacional de Inovação COTEC, que teve lugar no dia 9 de dezembro na Culturgest em Lisboa, que a Palbit, que desenvolve, produz e comercializa ferramentas industriais de elevada performance executadas em metal duro, materiais ultraduros e aço, e a TEKEVER, cuja atividade integra tecnologias de mobilidade e de inteligência artificial para a gestão de workflows dirigidas às Tecnologias de Informação e à Divisão Aeroespacial, de Defesa e Segurança, foram distinguidas com o Prémio PME Inovação COTEC-BPI, com o apoio do jornal Público.

Palbit, a inovação nas ferramentas de corte

Palbit, SA

A Palbit, SA nasceu em 2004, mas a sua origem remonta a 1916, para assegurar a concessão da exploração das minas de galena do Palhal. Com o tempo, a lavra extinguiu-se e a empresa cessou a atividade mineira. Em 1941, em virtude de ter uma concessão de produção de eletricidade, foi adquirida pelo Grupo SAPEC e, em 1952, passa a produzir peças e ferramentas de corte utilizando carboneto de tungsténio. Hoje, a Palbit tem 93% do capital em acionistas portugueses e um acionista sueco com 7%, exercendo a sua atividade no desenvolvimento, produção e comercialização de ferramentas industriais de elevada performance executadas em metal duro, materiais ultraduros e aço.

A Palbit, SA atua em três áreas de negócio – ferramentas de corte, anti desgaste e ferramentas para pedreiras e está presente em 5 continentes ultrapassando os 80% de exportações para mais de 50 países diferentes, com predominância do mercado europeu. A produção de ferramentas de corte gera 80% do volume de negócio, atendendo os sectores de atividade Automóvel, Energia, Aeroespacial e Engenharia em Geral.

A Palbit, SA é detentora do capital da empresa comercial PALBIT - Comércio de Ferramentas, Lda. (filial no Brasil) e da empresa comercial PALBIT MX, SA (México).

Em 2014, registou um volume de negócio consolidado de 11,9 milhões de euros.

 

TEKEVER, drones de Portugal para o mundo

TEKEVER - Tecnologias de Informação, SA

O Grupo surge em 2001 fundado por engenheiros de informática e computação do Instituto Superior Técnico, desenvolvendo uma plataforma própria que integra tecnologias de mobilidade e de inteligência artificial para a gestão de workflows. As atividades do Grupo estão organizadas em duas grandes áreas – a de Tecnologias de Informação e a Divisão Aeroespacial, de Defesa e Segurança.

A Tekever é responsável pelo desenvolvimento do sistema mobile da EDP, o terceiro maior da Europa, apoiando diariamente mais 5.000 pessoas e integrando os processos de trabalho do backoffice daquela empresa. No segmento de PME, a Tekever desenvolveu a Mobizy, distinguida nos prémios WSA – atribuídos pela ONU – como a melhor app de negócios em 2015.

 A Tekever desenvolve os sistemas de controlo e fabrica os aviões não tripulados (drones) que serão utilizados na vigilância marítima dos países da União Europeia no Atlântico Norte e Mediterrâneo, no âmbito de um consórcio criado pela Agência Europeia de Segurança Marítima e pela Agência Espacial Europeia. Recentemente apresentou o projecto Brainflight, fazendo uma demonstração pública inédita de um drone controlado pela mente.

A Tekever está ainda a afirmar-se internacionalmente no sector das comunicações espaciais e na produção de nano e microssatélites.

O principal produto da empresa na área de Espaço chama-se Gamalink, que está na base das participações da empresa em missões da Agência Espacial Europeia. Já no âmbito dos nano e microssatélites, a empresa está a ultimar o primeiro satélite feito integralmente em Portugal. Chama-se GAMASAT em homenagem a Vasco da Gama, o navegador português.

O Grupo é composto por sete empresas, com cerca de 120 colaboradores, exportando cerca de 75% de um volume de negócios próximo dos 20 milhões de euros. A empresa tem ainda subsidiárias no Reino Unido, Estados Unidos, Brasil e China.

Saiba mais sobre o Prémio PME Inovação COTEC-BPI, com o apoio do jornal Público.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo