Publicado em 7 de dezembro de 2015

Projeto apoiado pelo COHiTEC fecha investimento de 800 mil euros

A Exogenus Therapeutics, uma startup biotecnológica criada com o apoio do Programa COHiTEC da COTEC, fechou uma ronda de investimento de 800 mil euros, liderada pela Caixa Capital, com vista a possibilitar o desenvolvimento pré-clínico da sua inovadora terapia de regeneração de feridas crónicas.

© Paulo Duarte

 

Trata-de da segunda ronda de financiamento assegurada pela Exogenus Therapeutics, tendo como investidores as empresas de capital de risco Caixa Capital e Change Partners. Recorde-se que a empresa já havia recebido um financiamento de 100 mil euros, destinado à prova de conceito, e integrado no acordo entre a COTEC Portugal e a Caixa Capital, que possibilita o financiamento anual nos dois projetos mais promissores que participaram no programa de formação em comercialização de novas tecnologias Programa COHiTEC.

A Exogenus Therapeutics é uma startup que resulta de investigação realizada pelo Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, pela empresa Crioestaminal e pelo Biocant Park. O projeto participou no Programa COHiTEC 2014 da COTEC Portugal e continua a receber o apoio da equipa executiva da COTEC, estando a ser fisicamente incubado no Biocant.

O primeiro produto da empresa será o Exo-Wound, uma terapia inovadora que deriva do sangue do cordão umbilical e permite um tratamento eficaz de feridas crónicas, que são feridas que não curam em pelo menos seis semanas e são frequentes em doentes com diabetes, doenças cardiovasculares e pessoas acamadas.

A Exogenus Therapeutics já realizou testes animais, nos quais verificou que a sua terapia não provoca rejeições e que após 10 dias de aplicação é 50% mais eficaz do que as terapias concorrentes. A expectativa da startup é que no ano de 2019 o produto possa entrar na fase de ensaios clínicos. No passado mês de Novembro, a Exogenus Therapeutics já havia sido a vencedora do Prémio Jovem Empreendedor atribuído pela ANJE.

Em comunicado à imprensa, Joana Correia, investigadora e uma das fundadoras da empresa, considerou que «este investimento é crucial para continuarmos a desenvolver o Exo-Wound. (...) Agora, temos condições para fazer com que o Exo-Wound fique mais próximo dos testes clínicos».

Já Stephan Morais, administrador executivo da Caixa Capital, revelou que a empresa de capital de risco está ansiosa «por continuar a trabalhar com a equipa da Exogenus Therapeutics, para ajudarmos a levar esta solução inovadora aos milhões de pacientes que atualmente são afetados por doenças crónicas».

Mais informação sobre a Exogenus Therapeutics

Mais informação sobre o Programa COHiTEC da COTEC

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo