Publicado a 19 de Novembro de 2014

Skate de cortiça desenvolvido em parceria com Corticeira Amorim vence prémio de inovação na Ásia

Uma nova alternativa aos skates convencionais, desenvolvida em parceria com a Corticeira Amorim, foi distinguida com o JEC Innovation Award. A combinação dos vários materiais do novo skate deu origem a uma plataforma para skaters mais suave, com menor vibração e uma maior resistência ao impacto.

O inovador skate de cortiça desenvolvido pelo produtor australiano Lavender | Archer Cork Skateboards, com o apoio da Corticeira Amorim, acaba de ser distinguido com o conceituado prémio JEC Innovation Award, na categoria de "Sustentabilidade". A entrega foi feita no dia 17 de Novembro na JEC Asia, uma feira internacional dedicada aos materiais compósitos, em Singapura.

O início do desenvolvimento deste skate de cortiça foi motivado pela necessidade de reduzir a vibração típica dos tradicionais skates, actualmente existentes no mercado. A solução encontrada combina um compósito de cortiça Corecork, da Amorim Cork Composites.

Em simultâneo, a Lavender e a Archer Cork Skateboards privilegiaram a utilização de materiais naturais, passíveis de substituir as soluções tradicionais de madeira ou de fibras de carbono, e cuja utilização não fosse nefasta para o meio ambiente. O resultado foi a criação de um laminado de cortiça, que chega ao mercado com uma óptima redução do nível da vibração, criando uma excelente plataforma para o skater, com comprovados benefícios ao nível do desempenho.

Em comunicado, a Lavender e a Archer Cork Skateboards destacam que: «A utilização, com sucesso, deste tipo de materiais é uma evidência que o recurso a compósitos sustentáveis não só não coloca em causa a performance do skate como, neste caso específico, até a beneficia. Em conjunto, a combinação de Corecork e de fibras de linho impactam significativamente na absorção da vibração do skate, uma alteração que nos motivou a abandonar os tradicionais skates de laminados de madeira».

A integração de cortiça no skate foi feita de forma progressiva, sendo que no teste inicial esta foi apenas incluída nos elementos que separam a plataforma do pavimento da das rodas. O desempenho do material permitiu que numa segunda fase fosse criada uma placa integral de cortiça, ocupando toda a base do skate. A flexibilidade da cortiça combinou perfeitamente com o linho, que apresenta características semelhantes. A resina ecológica utilizada possibilitou manter os níveis de VOC (Compostos Orgânicos Voláteis) em indicadores mínimos, uma vez que apresenta uma constituição com elevado teor de ingredientes de base natural. Os vários elementos combinados deram origem a uma plataforma para skaters mais suave, com menor vibração e uma maior resistência ao impacto.

O novo skate de cortiça foi já submetido a vários testes de mercado, por diferentes produtores de skates profissionais, que se mostraram favoravelmente surpreendidos com o seu desempenho, um feedback alicerçado pelas características inovadoras que agrega para este segmento, seja em termos de desempenho técnico de excelência ou de credenciais sustentáveis.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo