Publicado a 31 de agosto de 2015

SONAE e Future University estabelecem parceria para fomentar empreendedorismo e inovação em Portugal

Decorreu de 24 a 30 de agosto, em Braga, o primeiro programa português da Future University, realizado em parceria com a SONAE, um programa de formação pioneiro que juntou personalidades internacionais especialistas na área da inovação tecnológica, gestores de topo e empresários.

Criada em 2013 nos Estados Unidos, a Future University disponibiliza vários programas de formação de promoção ao desenvolvimento de soluções para os grandes desafios da humanidade – como as saúde, energia ou água –, através da utilização de tecnologias emergentes, exemplo da robótica, engenharia genética, impressão 3D, inteligência artificial, nanotecnologia, supercomputação, interface cérebro-máquina, entre outras.

Portugal foi o primeiro país europeu a receber um programa da Future University, de 24 a 30 de agosto, do tipo “Individual Program” (a universidade possui ainda programas para empresas, para jovens, e o Future Summit).

Tratou-se de uma semana intensa que contou com a presença de oradores de referência nas suas áreas, como professores e especialistas do MIT, de Harvard e da Universidade de Washington, entre outras instituições de ensino, bem como empresários e gestores de topo, nomeadamente da SONAE. Alguns dos oradores e especialistas presentes foram Ivo Slaus (Presidente da World Academy of Art and Science), Laurence R. Young (Professor do MIT de Aeronáutica, Astronáutica, Ciências da Saúde e Tecnologia) e Piotr Grodziński (Diretor do Gabinete de Investigação de Nanotecnologia no Instituto Nacional do Cancro nos EUA).

Durante os sete dias, os participantes tiveram a oportunidade de fortalecer os seus conhecimentos em áreas como inteligência artificial e robótica, biotecnologia, energia, medicina e neurociência, fabricação digital, sistemas de computação e espaço, bem como em finanças, design, tendências da investigação futura, legislação e ética.

O programa incluiu ainda uma análise aos principais problemas mundiais – como a pobreza, a fome, o ambiente, a água, a segurança, a saúde, a energia ou o espaço –, estimulando os participantes a desenvolver soluções para esses desafios com ajuda das novas e emergentes tecnologias.

Com o apoio a iniciativas como esta, a SONAE pretende «catalisar o aproveitamento do potencial das tecnologias emergentes mais promissoras», disse Nuno Lopes Gama, Head of Innovation and Future Tech da SONAE. É neste âmbito que se insere esta parceria estratégica com a Future University, na «medida em que procura preparar e inspirar jovens promotores a colocarem o poder transformador das tecnologias ditas exponenciais ao serviço de atividades económicas e sociais capazes de melhorar a vida das pessoas a nível global», concluiu.

Para os responsáveis da Universidade, «em Portugal, a parceria estratégica com a SONAE promove um dos objetivos da Future University, nomeadamente, a promoção do envolvimento do tecido empresarial do país na resolução dos problemas mundiais mais desafiantes», segundo Sebastian Elliot, Global Ambassador da Future University.

No âmbito desta parceria com a Future University, para além da disponibilização de quadros de topo e colaboradores especialistas enquanto oradores, formadores no programa e mentores dos empreendedores, a SONAE contribuirá para a continuidade do programa através do apoio ao desenvolvimento de projetos resultantes da iniciativa que apresentem maior afinidade com as atividades da SONAE.

Os próximos “Indivivual Programs” terão lugar no Brasil (10 a 16 de abril de 2016), em Inglaterra (14 a 20 de maio de 2016), em França (1 a 7 de Julho de 2016) e nos Estados Unidos (1 a 7 de Setembro de 2016).

Conheça o conteúdo dos “Individual Programs”, dividido em 3 partes principais:

Dia 1 e 2
Nos primeiros dois dias oferece-se aos participantes do programa um conhecimento profundo dos grandes desafios mundiais, tais como pobreza, fome, falta de água, saúde, educação, energia, segurança e desemprego. Os participantes são expostos aos problemas, quantificando e analisando as suas implicações e também a relação de interdependência entre eles. Estes dois primeiros dias permitem aos participantes relacionar-se com as maiores organizações mundiais, discutindo os diferentes problemas à escala global.

Dia 3 e 4
Nos dois dias seguintes os participantes do programa aprofundam o conhecimento sobre as mais promissoras áreas tecnológicas da atualidade que demonstram potencial muito promissor para aplicação na resolução dos problemas mundiais de cariz global. Estas áreas incluem: nanotecnologia, biotecnologia, sistemas computacionais, medicina e neurociências, robótica, inteligência artificial, impressão 3D, entre outras. Oradores de renome mundial em cada um destes ramos tecnológicos promissores, guiam os participantes do programa numa aprendizagem colaborativa, focando o mindset dos alunos nos maiores desafios globais.

Dia 5, 6 e 7
Nos últimos três dias do programa, inicia-se a promoção da ação e implementação do know-how adquirido durante os dias anteriores extremamente intensivos. Nesta fase, a Future University lança uma série de empresas, para fase de incubação, que apresentam promissor potencial para resolução um dos vários problemas mundiais no âmbito da saúde, educação, pobreza, fome, energia, segurança, desemprego. Cada empresa em incubação, aplicará uma das tecnologias promissoras (nas áreas da nanotecnologia, biotecnologia, sistemas computacionais, medicina e neurociências, robótica, inteligência artificial, impressão 3D) de forma inovadora e sustentável para atacar e ajudar a resolver pelo menos um dos desafios mundial que mais preocupam a humanidade na atualidade. Este processo inicia a fase de alavancagem da implementação prática das potenciais promissoras soluções que saem do programa.

Saiba mais sobre o Individual Program.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo