Publicado a 11 de fevereiro de 2016

Startup Prodsmart vence Caixa Empreender Award

A startup de otimização de processos de produção industrial Prodsmart venceu o Caixa Empreender Award, um dos maiores e mais disputados prémios de capital de risco portugueses. O prémio foi atribuído no dia 3 de fevereiro, no âmbito de um evento que decorreu na Culturgest em Lisboa e que incluiu a apresentação de 51 startups apoiadas pelos programas de aceleração e incubação patrocinados pela Caixa Capital.

© João Cupertino

 

Programa COHiTEC da COTEC Portugal, Building Global Innovators do ISCTE-IUL em parceria com o MIT Portugal, inRes da CMU Portugal, Lisbon Challenge da Beta-i, Startup Braga e Startup Lisboa Boost by Caixa Capital - são estes os seis programas apoiados pela Caixa Capital, e que, de norte a sul do país, pretendem promover o empreendedorismo e apoiar a criação de startups inovadoras.

Em conjunto, estes programas, bem como o Startup Next Lisbon da TechStars, trouxeram à Culturgest 51 projetos de startups promissoras, inseridas em quatro grandes setores de atividade: Saúde, Tecnologias Limpas e Industriais, Tecnologias da Informação destinadas a empresas e Tecnologias Digitais.

O evento atraiu também diversos investidores, incluindo as capitais de risco internacionais DN Capital, e.Ventures, Forbion, Vesalius, Evonik, Robert Bosch Ventures, IKEA Greentech Ventures, Evonik Ventures e Kreos Capital.

Da parte da manhã, a sessão incluiu a apresentação das cinco empresas que foram investidas pela Caixa Capital no ano passado: BioMimetx, doDOC, Exogenus Therapeutics, Magnifinance e NU-RISE. Foi também realizado um conjunto de workshops sobre temas relevantes para empreendedores, como a importância da cultura para o sucesso de uma startup, a experiência de imersão empreendedora nos EUA e a importância da retenção de clientes nas startups digitais, entre outros. Houve ainda lugar a sessões paralelas de pitching, divididas por setores de atividade das startups.

De tarde, teve início a sessão competitiva do Caixa Empreender Award, com a apresentação das sete startups a concurso. Cada empresa tinha sido previamente selecionada por um acelerador ou incubadora e irá receber entre 50 e 200 mil euros, dependendo do acordado entre a Caixa Capital e o acelerador/incubadora. Em jogo estava assim a possibilidade de aumentar esse valor de investimento em 100 mil euros. Valor esse arrecadado pela Prodsmart, uma startup tecnológica incubada na Startup Lisboa, que comercializa uma solução para apoio da produção industrial em cloud.

Os restantes projetos a concurso eram: a Attentive, um serviço de recolha de informação e assistência para profissionais de marketing; a Charge2Change, uma nova geração de baterias de rápido carregamento para empilhadores elétricos; a Fibersail, que utiliza tecnologia de fibra ótica e sensores para fornecer informação em tempo real sobre a estrutura de um navio; a PermeAbilty, que está a desenvolver um teste médico de diagnóstico da permeabilidade intestinal; a Scraim, uma ferramenta de gestão de projetos e de processos e a Seatwish, um marketplace social de compra e venda de bilhetes.

No final da tarde, houve ainda tempo para um debate sobre três categorias de startups: 'Rabbits vs Unicorns vs Dragons', bem como para dois keynote speeches, por Paddy Cosgrave, CEO do Web Summit, e Sven Lingjaerd, Managing Partner da capital de risco Endeavour Vision.


Sobre a participação do Programa COHiTEC no Caixa Empreender Award:
O Programa COHiTEC da COTEC Portugal é uma iniciativa destinada a apoiar investigadores e tecnólogos na comercialização de tecnologias inovadoras, promovendo desta forma a valorização do conhecimento gerado em Portugal. O Programa tem início com uma ação de formação de quatro meses, para avaliação do potencial comercial das tecnologias, e destina-se a projetos dos setores da saúde, biotecnologia, tecnologias limpas e tecnologias industriais.

Criado em 2004, o COHiTEC é realizado em parceria com a Porto Business School, a Nova Business School of Economics e com docentes das universidades norte-americanas de Brown, North Carolina State e Rutgers. O COHiTEC conta também, desde 2015, com a parceria da Caixa Capital.
Nesse sentido, participaram no Caixa Empreender Award 2016 onze projetos apoiados pelo Programa COHiTEC, nomeadamente: BioMimetx, Exogenus Therapeutics, Thelial Technologies, bOptimum, InovCarbon, MicroTec, B2S, Extremochem, MDID Lab, Charge2Change e PermeAbility.

No caso da BioMimetx e da Exogenus Therapeutics, tratam-se das duas empresas que receberam, em 2015, um investimento de 100 mil euros por parte da Caixa Capital. A BioMimetx recebeu até à data 200 mil euros e está a desenvolver uma solução de origem natural que irá ser incorporada em tintas para prevenir a bioincrustação em estruturas marinhas submersas. A Exogenus Therapeutics recebeu até à data 900 mil euros, que se destinam ao desenvolvimento pré-clínico de uma terapias inovadora na área da medicina regenerativa, destinada ao tratamento de feridas crónicas.

Por sua vez, a Charge2Change e a PermeAbility são as duas empresas selecionadas pelo COHiTEC em 2016, que receberão, cada uma, 100 mil euros da Caixa Capital para a realização da prova de conceito das suas tecnologias.

Mais informação sobre o Programa COHiTEC.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo