Certificação e Normas

A utilização de normas e de processos certificados pelas empresas é um tema que não tem merecido a importância devia por parte do tecido empresarial português.

Tendo em conta o impacto resultante da certificação e do uso de normas nas formas organizacionais das empresas, a COTEC Portugal promoveu a realização de um estudo de mercado com os seguintes objectivos:

  • Aferir o nível de desenvolvimento da gestão de processos das Empresas Portuguesas;
  • Conhecer o grau de utilização de normas e conhecimento de processos de certificação nas Empresas
  • Portuguesas. Serão consideradas normas gerais assim como normas específicas, ao nível de um sector ou ramo industrial;
  • Diagnosticar as necessidades de formação das Empresas com vista à realização de acções de formação / sensibilização no âmbito de certificação e normalização;
  • Desenvolver um modelo de maturidade das Empresas quanto ao seu nível de desenvolvimento em termos de certificação e normalização.

 

a

O Grupo de trabalho constituído contou com as seguintes entidades parceiras:

  • IAPMEI
  • GS1 Portugal
  • APCER
  • IPQ
  • ISQ
a

Tendo como objectivo principal fazer uma radiografia ao panorama nacional neste tema, foi decidido que o primeiro passo seria o desenvolvimento de um questionário que permitisse a aferição do nível de adopção de normas e certificações a diferentes níveis, resultando num modelo de maturidade capaz produzir conclusões e apoiasse a tomada de decisões estratégicas quer por parte das empresas que se disponibilizassem para este estudo quer para os agentes políticos poderem actuar no sentido de potenciar um maior nível de maturidade nacional.

A Amostra para o estudo foi estratificada segundo Dimensão da Empresa (3 níveis), permitindo a recolha de uma amostra segmentada sobredimensionada nos segmentos “PME” e “Grandes Empresas” com vista ao apuramento de resultados segmentados para estes grupos. O estudo teve 310 empresas como amostra total.

O nível de concordância com cada um dos indicadores que espelham o grau de maturidade das Empresas Portuguesas na estruturação, utilização e orientação à Gestão de Processos e à sua Certificação e Normalização, é globalmente alto, mais de 3 em cada 5 Empresas utiliza normas, gerais ou específicas de um sector. A cultura de melhoria contínua é a razão mais apontada para a sua implementação, seguida da necessidade de organização interna dos processos e a exigência dos mercados em que opera. Importa também salientar que a maior parte das empresas que não utilizam normas referem que não o fazem porque não ser obrigatório e porque não acreditam que acrescentem valor à sua organização.

O estudo teve a sua apresentação numa sessão pública na GS1 Portugal no dia 29 de Abril. Poderá fazer o download deste estudo aqui.

a

Como próximos passos do Grupo de Trabalho será disponibilizar o modelo de maturidade na plataforma da COTEC Portugal, dando a oportunidade a qualquer empresa de aferir a sua maturidade nesta matéria. Posteriormente a plataforma poderá disponibilizar também um Road Map de progressão adequado ao nível de maturidade aferido a cada empresa. O desenvolvimento desta ferramenta será um dos objectivos da segunda fase do Grupo de Trabalho.

Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo