Fundada em Abril de 1876, a Caixa Geral de Depósitos lidera um importante grupo financeiro com o mesmo nome. O Banco centenário conta com mais de 700 balcões espalhados por Portugal e mais de 10.000 colaboradores, assumindo-se como um Banco universal, também presente na Europa, em África, na América e na Ásia.

CGD - Caixa Geral de Depósitos, SA

Actualmente, a CGD está presente de forma integrada em todos os quadrantes do negócio bancário, nomeadamente: Banca de Investimento, Corretagem e Capital de Risco, Imobiliário, Seguros, Gestão de Activos, Crédito Especializado, Comércio Electrónico e Actividades Culturais.

No sector financeiro português, o grupo CGD distingue-se pela ampla diversificação da sua cobertura geográfica, resultado de uma política de internacionalização prudente, baseada em critérios de rendibilidade, mas também de prestação de serviços aos clientes residentes e não residentes em Portugal.

A presença do Grupo é particularmente relevante em países ou territórios com laços culturais ou comerciais mais fortes com Portugal, ou com um elevado potencial de crescimento económico, para além de grandes centros financeiros internacionais: Portugal, Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Holanda, Luxemburgo, Mónaco, Reino Unido, Suíça, África do Sul, Cabo Verde, Moçambique, S. Tomé e Príncipe, Brasil, Estados Unidos da América, Ilhas Caimão, México, Venezuela, China, Índia, Timor Leste.


Linhas de Orientação Estratégicas
A actividade da CGD, tal como a do Grupo que lidera, tem como vectores principais:

Orientação para o Cliente
Desenvolver de uma cultura de valor acrescentado orientada para o cliente.

  • Aprofundamento de um relacionamento multi-canal com o cliente baseado na acessibilidade, disponibilidade, facilidade e complementaridade;
  • Aprofundamento da segmentação de clientes;
  • Dinamização da venda cruzada;
  • Reforço da qualidade do serviço prestado;
  • Inovação nos produtos e serviços;
  • Dinamização do auto-atendimento no negócio de retalho;
  • Utilização da Imagem Institucional como factor competitivo, acrescentando à solidez e seriedade o atributo da qualidade. 


Eficiência
Incrementar a eficiência operacional como meio para a redução de custos, através da revisão dos modelos organizacionais, da redefinição dos processos internos, do aproveitamento de sinergias, do aumento da produtividade dos recursos humanos e da integração das actividades das diferentes empresas do Grupo.

  • Conclusão da integração de estruturas logísticas e de back-office das empresas do Grupo;
  • Integração das tecnologias de informação e dos sistemas operativos das empresas do Grupo localizadas na Europa e harmonização das restantes;
  • Desenvolvimento da informação de apoio à gestão;
  • Aproveitamento rápido ao nível da inovação dos suportes tecnológicos;
  • Motivação e formação dos recursos humanos. 


Consolidação como Banco Universal
Reforçar o grupo CGD como Banco Universal, consolidando a posição detida nas áreas de negócio tradicionais e alargando a presença do Grupo a áreas de negócio ainda não exploradas ou pouco desenvolvidas.

  • Consolidação da posição nas áreas de negócio tradicionais: captação de depósitos, crédito imobiliário, sector público, fundos de investimento;
  • Reforço da presença no segmento de PME;
  • Desenvolvimento do negócio por grosso, por articulação das grandes empresas, da Banca de Investimento e dos mercados de capitais;
  • Reforço da presença no segmento de Private Banking;
  • Reforço da área de negócio do crédito ao consumo;
  • Desenvolvimento da área dos seguros de saúde.


Internacionalização
Prosseguir com a internacionalização das actividades do Grupo, considerando o mercado do Euro como o espaço natural de actuação

  • Reforço do acompanhamento dos portugueses não residentes nas suas iniciativas económicas, alargando sempre que possível este conceito às comunidades lusófonas e ibéricas;
  • Acompanhamento integrado dos clientes empresas em processo de internacionalização;
  • Reforço das presenças nos PALOP, procurando combinar elevadas taxas de crescimento com obtenção de rendibilidades adequadas;
  • Reforço da posição no mercado brasileiro, privilegiando o crescimento orgânico e promovendo o respectivo financiamento através do mercado de capitais;
  • Consolidação da presença em Macau como plataforma do Grupo para os mercados asiáticos;
  • Integração das plataformas técnicas das redes comerciais e harmonização de produtos e procedimentos no espaço do Euro;
  • Gestão internacional de tesouraria, com unificação das tesourarias do Grupo na Europa;
  • Organização das participações no exterior por forma a facilitar o desenvolvimento de parcerias e o financiamento através dos mercados de capitais.

Ficha Técnica

  • CGD - Caixa Geral de Depósitos, SA
  • Presidente do Conselho de Administração . Fernando Faria de Oliveira
    Tel . +351 217 953 000
    Fax . +351 217 905 051
  • Morada . Av. João XXI, 63 1000-300 Lisboa
    Ano de Fundação . 1876
Subscreva a nossa newsletter
Preencha corretamente os campos
Pesquisa
Escreva o que pretende procurar
Resultados da pesquisa
Sugerir a um amigo